sábado, 29 de maio de 2010

Assaltantes de ônibus continuam desafiando a polícia


Os assaltantes continuam agindo livremente contra o transporte coletivo urbano em Feira de Santana diante da ineficácia da Polícia Militar, responsável pelo serviço de ronda ostensiva na cidade. Nos últimos quinze dias, ocorreram mais de dez assaltos e os locais mais visados pelos bandidos são os bairros mais afastados do centro, a exemplo de: Sítio Novo, Asa Branca, Pedra Ferrada, além da localidade de Pau de Légua. A ousadia dos bandidos é tanta, que em algumas dessas localidades os assaltos ocorrem várias vezes por dia.

De acordo com um cobrador, quando os assaltantes atacam o coletivo e encontram pouco dinheiro no caixa ficam enfurecidos e os ameaçam de morte. Em outras oportunidades saqueiam os passageiros. Na maioria das vezes são usuários de crack à procura de qualquer quantia para satisfazer seu vício.

É bom lembrar que Salvador, possui destacamento policial específico no combate a assaltos a coletivos, mas a Polícia Militar de Feira de Santana tem apenas companhias que desempenham várias funções. Salvador, por exemplo tem várias companhias da Rondesp e Rotamo, enquanto Feira se limita a um Pelotão Tático Móvel e um Pelotão Asa Branca. Muito pouco para um município com quase seiscentos mil habitantes.

Rivaldo Ramos

O radio feirense perde o "Categoria"


O rádio feirense está de luto! Faleceu às 23h55 desta sexta-feira (28), no hospital São Rafael, em Salvador, o radialista Vanderlito José, vítima de um câncer. Natural de Pesqueira, em Pernambuco, Vanderlito José de Souza Barboza, tinha 55 anos e atuou nas rádios Cultura, Povo ( antiga Carioca) e Subaé. Ele também foi noticiarista da rádio Sociedade da Bahia.

Versátil como todo bom radialista, Vanderlito foi plantonista esportivo, noticiarista e apresentador de programas musicais. A equipe do Blog Central de Polícia está muito sentida com o falecimento do "Categoria", como era carinhosamente chamado pelos colegas de rádio. O corpo de Vanderlito José será velado na capela do Hospital Dom Pedro de Alcântara e será sepultado neste domingo, às 8 horas da manhã, no cemitério Piedade.

Rivaldo Ramos

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Jovem é encontrado morto em distrito de Feira

O servente Carlos Alberto Santana, que tinha 20 anos e morava no município de Serra Preta, foi encontrado morto com cinco tiros em Feira de Santana. Segundo informações, o corpo foi localizado no início da tarde desta sexta-feira (28), em um matagal localizado na Estrada Velha de Jaíba.

A vítima levou cinco tiros e a polícia acredita que o cadáver foi desovado em Feira para dificultar as investigações. O corpo foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica e posteriormente liberado para o sepultamento em Serra Preta. Como o corpo foi encontrado em Feira, é mais um crime que entra para a estatística deste município.

Rivaldo Ramos

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Polícia descarta execução na morte do delegado em Camaçari


A polícia considera concluído o caso da morte do delegado Clayton Leão e descarta a hipótese de atentado. As informações foram passadas durante entrevista coletiva concedida à imprensa na manhã desta quinta-feira, 27, pelo delegado-chefe da Polícia Civil, Joselito Bispo, e o secretário de segurança pública, César Nunes.

No entanto, familiares do policial - morto em Camaçari, na manhã desta quarta-feira, 26 - põem em dúvida a versão da polícia. "Meu primeiro sentimento é que foi execução", disse o tio de Clayton, João Chaves, durante o enterro do sobrinho, ressaltando que a única testemunha do crime, a mulher do delegado, ainda não depôs.

Joselito Bispo e César Nunes disseram que ouviram a mulher do delegado informalmente e que ela teria reforçado a versão de tentativa de assalto seguida de morte. A polícia disse que os três criminosos pretendiam roubar o carro do delegado e chegaram gritando "bora, bora, bora".

De acordo com a versão da polícia, o delegado reagiu falando "peraí, peraí, peraí" e teria esboçado intenção de pegar a arma. Os criminosos alegaram que viram a arma e atiraram assustados, de acordo com a polícia.

"Estamos buscando todos os elementos e provas tanto testemunhais quanto periciais para descrever a ação criminosa", disse o delegado-chefe, Joselito Bispo. Bispo afirmou ainda que o crime foi uma fatalidade. "O colega teve a infelicidade de parar em um lugar em que jamais deveria ter parado. Não estava ali um policial, estava um cidadão. Precisamos trabalhar muito e ter consciência que segurança pública não é mais viatura, não é mais polícia. É um conjunto que tem que ser trabalhado como um todo".

Já para o presidente do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindipoc), Carlos Lima, Leão teria sido executado pelos trabalhos que vinha fazendo de repressão do tráfico na região. “Com a experiência que eu tenho de 32 anos de serviço, não acredito que tenha sido um assalto. Para mim, foi um crime de mando. Ninguém levou nada e a esposa ficou lá, gritando”, avaliou Lima, enfatizando que o sindicato está “trabalhando para ajudar nas investigações”.

Prisões - O terceiro envolvido no crime, Magno de Menezes dos Santos, se entregou à polícia na manhã desta quinta. Ele disse que estava dentro do carro dos criminosos. Os outros envolvidos são Edson Cordeiro e Reinaldo Valença, que foram presos nesta quarta. A operação de investigação e prisão dos acusados envolveu mais de 200 policiais, de acordo com Cleandro Pimenta, diretor do Departamento de Narcóticos (Dnarc), que presidiu as investigações.

Funeral - O corpo do delegado foi enterrado nesta quinta no Cemitério Campo Santo, na Federação, ao som da música "Amigos para sempre" tocada em um violino, e do protesto por justiça feito por familiares e colegas do policial.

*Com redação de Paula Pitta | A TARDE On Line

Identificado jovem que morreu em troca de tiros com a polícia


Foi identificado no Departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana, o corpo de um homem que morreu no último domingo depois de trocar tiros com uma guarnição da Polícia Militar. Fato ocorrido no bairro Baraúnas.

Familiares estiveram nesta quarta-feira (26), no DPT e reconheceram o corpo de Alexandro Freitas Santos, de 23 anos. Ele morava no bairro Campo Limpo e teria cometido um assalto contra um mototaxista. Ao ser abordado pelos policiais, reagiu e tombou com vários tiros.

Rivaldo Ramos, com informações do repórter Denivaldo Costa

Morte de delegado: Dois suspeitos são presos

Dois dos três suspeitos de cometerem o crime contra o delegado titular da 18ª Delegacia de Camaçari, Cleyton Leão, foram presos na noite desta quarta-feira (26), nos arredores da cidade.

Eles serão apresentados nesta quinta-feira (27), às 11h, na sede da Secretaria de Segurança Pública, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Na oportunidade, o titular da pasta, César Nunes, e o delegado-chefe da polícia Civil, Joselito Bispo, darão detalhes sobre a captura. O terceiro envolvido segue foragido.

Fonte: Site Bahia Notícias

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Morte de delegado em emboscada na Bahia ganha repercussão nacional


Na manhã desta quarta-feira (26), o delegado Cleyton Leão Chaves, titular da 18ª Delegacia de Polícia de Camaçari, sofreu uma emboscada na Estrada da Cascalheira, em Camaçari. O delegado Leão estava acompanhado da esposa e parou seu veículo para conceder uma entrevista ao vivo para a rádio Líder FM, de Camaçarí, quando bandidos passaram em um veículo e dispararam vários tiros. O policial foi atingido, principalmente na cabeça e morreu na hora. A mulher do delegado entrou em desespero e começou a gritar.

Os locutores que entrevistavam o delegado ouviram os disparos e os gritos da esposa dele e desesperados pediram no ar, que a polícia se deslocasse até a estrada da Cascalheira. O delegado Clayton Leão deixa mulher e dois filhos. De acordo com agentes da 18ª DP, equipes realizaram buscas na região, mas só encontraram um veículo táxi, tomado de assalto na região metropolitana, incendiado. A notícia sobre a morte do delegado baiano ganhou repercussão nacional. Comenta-se em Camaçarí que o delegado teria morrido porque estava combatendo o tráfico de drogas no município.

Uma Força Tarefa foi montada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia na região para investigar o assassinato do delegado. Em nota oficial, o Governo do Estado informa que todos os esforços serão empreendidos para a elucidação do homicídio e que o crime organizado não fará a polícia recuar.

Rivaldo Ramos

Morre no Clériston Andrade menor baleado no Liberdade

Morreu na noite passada, no Hospital Geral Clériston Andrade, o adolescente Barlenei Porto Conceição, de 16 anos que residia na rua Dois Irmãos, loteamento Liberdade.

Ele estava internado no HGCA desde segunda-feira (24), quando foi surpreendido por dois homens que estavam de bicicleta. O menor foi baleado e terminou não resistindo aos ferimentos. Este foi o 16º menor assassinado este ano em Feira de Santana. Os pais do adolescente resolveram doar seus órgãos.

Rivaldo Ramos, com informações de Denivaldo Costa

Celulares apreendidos em São Paulo vinham para Feira


Um homem foi preso em José Bonifácio, a 471 Km da capital paulista, transportando mercadoria sem nota fiscal. Nilson Alves de oliveira, de 47 anos, foi preso em flagrante no pedágio de Jose Bonifácio na BR- 153.

Na caminhonete que ele dirigia a Polícia Rodoviária Federal encontrou 450 celulares sem nota fiscal, mercadoria avaliada em R$ 45 mil.

Os aparelhos eram transportados em um fundo falso do tanque de combustível. Segundo a Polícia Rodoviária Federal a mercadoria foi comprada no Paraguai e seria revendida em Feira de Santana, na Bahia. A caminhonete e os celulares foram encaminhados para a Receita Federal de Rio Preto.

Fonte: Blog do Glauco Wanderley

Dois jovens mortos a tiros continuam sem identificação


Permanecem sem identificação no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana, os corpos de dois homens atingidos por tiros no último final de semana. Os corpos são de dois jovens aparentando ter entre 20 a 25 anos de idade e de cor parda. O primeiro foi morto com vários tiros no sábado passado, na avenida Presidente Dutra e segundo informações, teria cometido um assalto e foi perseguido por um desconhecido.

O segundo foi morto em troca de tiros com policiais militares no bairro Baraúnas, após assaltar um mototaxista. O confronto com os policiais aconteceu no domingo. Esse foi o terceiro alto de resistência registrado neste mês de maio.

Rivaldo Ramos, com informações de Denivaldo Costa

terça-feira, 25 de maio de 2010

Aposentado é encontrado morto dentro de casa


Foi encontrado morto dentro de casa, na manhã desta terça-feira (25), o aposentado Domingos Moreira, de 78 anos. Ele residia na rua Deputado Rui Santos, no bairro Sobradinho.

Vizinhos deram por sua ausência e chamaram a Polícia Militar que deslocou uma guarnição até o endereço. Lá chegando, os policiais encontraram o corpo do aposentado num dos quartos da casa. Estava com as mãos amarradas e com um pano tapando sua boca e nariz e por este motivo pode ter morrido por asfixia. A polícia vai aguardar o laudo médico do DPT.

Os policiais que estiveram no local suspeitam de dois homens que teriam pulado o muro e invadido a residência. A morte do aposentado será investigada pela 2ª Delegacia. A polícia deverá trabalhar com a hipótese de latrocínio ( matar para roubar ), pois familiares deram pela falta de pertences da vítima, como celular, relógio e jóias.

Rivaldo Ramos
Foto: Mário Sepúlveda

Novo motim é registrado no Complexo Policial de Feira de Santana


O motim foi iniciado por volta das 8h30 na carceragem do Complexo Policial Investigador Bandeira, mas foi controlado por policiais civis e militares. Mesmo estando em greve, os policiais civis se mobilizaram e agriram para conter a ação dos presos.

Cerca de 110 presos ocupam a unidade prisional. Eles reivindicam a transferência para presídios de Feira e Salvador. Durante o motim, enrolaram um colega de cela, de prenome Daniel, em um colchão e ameaçaram atear fogo. A ação policial foi rápida e libertando o preso que estava amarrado e pondo fim à rebelião. Foi realizada uma revista nas celas do Complexo. Os detentos ficaram nus durante o procedimento.
Em entrevista coletiva, o Delegado Matheus Souza, titular da 1ª Delegacia declarou que cabe ao poder judiciário atender às reivindicações e cabe à polícia, continuar recebendo quem é flagranteado.

Segundo o delegado, uma das celas da unidade ficou totalmente destruída. “O que piora a situação para eles, tendo em vista que algumas delas já estavam danificadas, e a população carcerária só tende a aumentar. E se depender da gente vamos encher ainda mais a cadeia, porque temos que realizar o nosso trabalho”, declarou Matheus.

Rivaldo Ramos
Foto: Mário Sepúlveda

Crimes sem controle em Feira


Depois de mais um final de semana sangrento, a onda de crimes continua apavorando a população de Feira de Santana. Nesta segunda-feira, foram cometidos mais quatro assassinatos em plena luz do dia. O primeiro crime aconteceu no centro da cidade, pouco depois do meio-dia, na chamada Feira do Rolo, atrás do SAC quando o flanelinha Alisson de Brito Alves, conhecido como "Pinho", foi assassinado com vários tiros. O criminoso saiu andando tranquilamente após cometer o homicídio.

A segunda vítima foi o deficiente físico, Carlos Antonio Rodrigues Alves, que morava na rua Pau Ferro, no loteamento Liberdade. Ele foi surpreendido dentro de casa e levou três tiros. O crime foi praticado no início da tarde.

E à noite foi praticado um duplo homicídio no bairro Sítio Novo, tendo como vítimas Patrícia Borges da Silva, de 18 anos e Gerônimo dos Santos Ramos, de 47 anos. Segundo informações, os autores do crime chegaram no local procurando por Gerônimo que correu, mas foi alcançado. A jovem estava no local e também foi executada.

Rivaldo Ramos, com informações de Denivaldo Costa
Foto: Repórter Aldo Matos ( rádio Sociedade AM)

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Feira de Santana tem mais um final de semana sangrento

Por dois finais de semana seguidos, a Polícia Civil de Feira de Santana registra o mesmo números de assassinatos. Foram seis homicídios, além de um alto de resistência ( troca de tiros com a polícia). O município já registra no mês de maio, 36 homicídios.

Os homicídios começaram a ser registrados na última sexta-feira quando dois jovens foram executados. O primeiro crime teve como vítima José Carlos Rafel Machado, conhecido como "Boião", de 23 anos. Ele estava na rua Alagoas, no bairro Sobradinho, quando foi surpreendido por dois homens numa moto. O carona sacou uma pistola calibre 380 e deflagou quatro tiros contra Boião, que morreu no local.

O segundo crime do dia aconteceu no Alto do Cruzeiro. O percussionista Diego Costa da Luz, de 21 anos foi executado com vários tiros deflagrados por dois homens que ocupavam uma moto de dados ignorados. Segundo testemunhas, Diego pode ter sido confundido com outra pessoa e por isso foi morto.

As outras mortes ocorreram entre sábado e domingo. Josuel da Silva, de 17 anos foi assassinado num bar localizado no conjunto Viveiros. Ele tomava cerveja quando apereceram quatro homens num Celta Preto deflagando tiros em sua direção. O adolescente foi baleado mortalmente e outras duas pessoas ficaram feridas e foram socorridas para o Hospital Geral Clériston Andrade.

Luciano Santos Souza, 27 anos, morava na rua Áustria, no Caseb e foi morto a tiros na rua José Martins da Silva, no mesmo bairro. O crime foi cometido por dois homens que estavam de moto.

Desconhecidos
Outros dois homens também foram assassinados no final de semana e seus corpos permanecem sem identificação no Departamento de Polícia Técnica (DPT). São dois jovens aparentando ter entre 20 e 25 anos que foram mortos com vários tiros. Os crimes aconteceram na avenida Amaralina, no bairro Sobradinho e na avenida Presidente Dutra, no Centro.

Também encontra-se sem identificação no DPT, o corpo de um homem que morreu em troca de tiros com policiais militares no bairro Baraúnas. Segundo informações, ele teria cometido um assalto contra um mototaxista, que imediatamente acionou a polícia. Ao avistar a guarnição teria reagido à voz de prisão e terminou tombando.

Rivaldo Ramos, com informações do repórter Denivaldo Costa