cidadegospel

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Comerciante morto a tiros em Santa Bárbara

Reinan Acácio da Cruz de Jesus, 30 anos, foi assassinado a tiros na noite passada (16), na praça Terra Santa,em Santa Bárbara.

De acordo com informações do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana, para onde o corpo da vítima foi levado, não há informações sobre a motivação do assassinato.

O homicídio será investigado pela Polícia Civil. O comerciante morava travessa Isabel, bairro Matadouro Velho, mesmo município onde ocorreu o crime.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Motorista morre após capotamento na BA-120

Um motorista de 39 anos morreu após capotar o carro na rodovia BA-120, município de Ipecaetá. Segundo a polícia, o acidente aconteceu na noite desta quinta-feira (15).

A vítima identificada como Sonivaldo de Souza, conduzia um veículo Renault, de placa KJF-0294, quando perdeu o controle. Ele morava na cidade de Petrolina, em Pernambuco, e não há informações sobre a causa do acidente.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa.

Caminhão roubado em São Paulo é recuperado pela PRF em Feira de Santana

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na tarde de ontem (15), em Feira de Santana, um veículo de carga que foi roubado em 2013 na cidade de São Paulo/SP. Os policiais fiscalizavam a BR 116 quando abordaram o veículo VW/24.250 no KM 429 da rodovia.

Durante as verificações, foram encontradas adulterações nos elementos identificadores como vidros, etiquetas, chassi e motor. De acordo com pesquisas no banco de dados se tratava de um caminhão que foi roubado em São Paulo, em outubro de 2013. Além disso, eram utilizadas placas "clonadas" de um outro veículo de carga semelhante. Quando questionado, o condutor de 35 anos informou não ser o proprietário e que apenas dirigia o veículo.

Ele foi levado com o caminhão recuperado para a Delegacia de Polícia Civil em Feira de Santana.

As informações e foto são da PRF/BA.

Aeroporto para quê?

O que falta no Aeroporto de Feira de Santana? Essa é a pergunta que muitos se fazem ao saberem que esse equipamento existe na cidade. De muito pouca, a oferta de voos passou para quase nenhuma. Entretanto o aeroporto segue funcionando todos os dias da semana. A equipe do Jornal Tribuna Feirense foi atrás de respostas sobre o assunto. 

De acordo com um relatório executivo produzido pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC/PR), o potencial de passageiros em Feira é de mais de 266 mil pessoas. Contudo um número muito menor que esse passa pelo aeroporto local. Entre janeiro e novembro de 2017, o Aeroporto João Durval Carneiro (FEC) movimentou 5.792 passageiros, entre embarques e desembarques de voos comerciais. Muito abaixo do estimado pela SAC, porém, dentro do possível, levando em consideração que apenas um voo é operado semanalmente na cidade.  

Quando perguntada sobre o número de passageiros que tornava um aeroporto viável, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) respondeu que “A viabilidade de um aeroporto depende dos investimentos do operador aeroportuário, do interesse das companhias aéreas e do turismo e desenvolvimento local”. Para tanto, nossa equipe foi até o Aeroporto de Feira e tentou conversar com o único funcionário que estava no local. O rapaz não quis se identificar e não forneceu informações sobre o funcionamento da estrutura. Ao entrar em contato com a direção administrativa da empresa Aeroporto Feira de Santana (AFS), a resposta fornecida pelo funcionário foi: “parte técnica respondo à Anac”. 

Atualmente, existe em Feira apenas um voo semanal operado pela empresa Azul Linhas Aéreas. O avião sai às 14h50 do Aeroporto João Durval Carneiro, em Feira de Santana (SBFE/FEC), aos domingos, e vai até o Aeroporto de Confins (CNF), em Belo Horizonte. Porém o voo não é direto. Tem escala no Aeroporto Luis Eduardo Magalhães, em Salvador. E, no total, apresenta uma duração estimada (de acordo com o site da Azul) de 2 horas e 50 minutos. 

Segundo a assessoria de comunicação da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações da Bahia (Agerba), até o momento, nenhuma outra empresa aérea realizou pedido formal para dar início à operação de voos no aeroporto de Feira.

QUESTÃO ECONÔMICA

Nossa equipe pesquisou os preços de passagens nos aeroportos de Feira e Salvador com destino ao Aeroporto de Confins. Saindo de Feira de Santana, no voo operado pela Azul, no dia 18 de março de 2018 (data escolhida hipoteticamente para a pesquisa), o passageiro tem de desembolsar R$ 600,15. A viagem tem duração de 2h40 e, como dito anteriormente, o voo não é direto. Já o usuário que optar por ir de Salvador até Confins conta com passagens a partir de R$ 278,00, com voo direto de duração de 01h45. Supondo que o passageiro vá de Feira de Santana até Salvador através de translado particular (que tem um custo médio de R$ 90,00), ainda assim fica mais vantajoso financeiramente ir por Salvador, já que os gastos ficam num total de R$ 378,00. A economia total é de R$ 232,00.

O fato de ter apenas um voo, com preço muito mais alto do que os disponíveis no terminal de Salvador, e de que esse voo é apenas de ida, dificulta bastante para quem quer utilizar o aeroporto de Feira de Santana. 

A verdade é que a maior movimentação do aeroporto feirense se dá por aviões particulares, e não pelo voo semanal oferecido pela Azul. Não tivemos acesso a um número, mas sabe-se que várias são as aeronaves que abastecem e/ou pousam na cidade. No período do São João de 2017, por exemplo, o pátio do aeroporto comportou cerca de dez aeronaves ao mesmo tempo. Todas elas de cantores que fizeram shows na cidade e redondezas. 

O Piloto Comercial Multi IFR Liebert Santana é um dos profissionais que geralmente passa por Feira. Ele diz que já utilizou o equipamento tanto para abastecimento de combustível como para permanecer um tempo.

O piloto considera a estrutura do aeroporto FEC excelente, em comparação com outras instalações. “Já pousei diversas vezes em Feira e considero a estrutura muito boa. O fato de o aeroporto possuir um posto de combustível é importantíssimo e bastante necessário, o problema são as taxas”, explica.

Liebert contou para a nossa equipe que uma vez pousou em Feira às 17 horas e decolou às 20 horas. Durante o período de 3 horas, teve de pagar, aproximadamente, R$500,00, entre taxas de pouso e de permanência na área de pátio do aeroporto feirense.

VOOS GUIADOS POR INSTRUMENTOS

Apesar da estrutura técnica do aeroporto de Feira de Santana ser considerada boa, o fato de o local não operar voos guiados por instrumentos (IFR) é um empecilho para o desenvolvimento do equipamento. 

O IFR (Instrument Flight Rules ou Regras de Voo por Instrumentos) é o conjunto de regras que o piloto tem que seguir para conduzir a aeronave, orientando-se por instrumentos. Esse tipo de operação é necessária quando não há referências visuais para os pilotos e os controladores de voo, mas também pode ser uma opção do piloto em voos noturnos ou de longa distância.

Com o IFR, as aeronaves poderiam pousar em Feira mesmo que os pilotos enfrentassem restrições de visibilidade por conta do mau tempo, visto que seriam guiados pelos os instrumentos de bordo. 

Diversas foram as vezes em que o mau tempo atrapalhou a viagem de passageiros de Feira. Vetusa Pereira foi uma das prejudicadas em 2016, quando a Azul ainda realizava o voo para Campinas (aeroporto de Viracopos). “O avião não conseguiu pousar porque aqui estava chovendo. Eu e os demais passageiros fomos para Salvador, ficamos em um hotel próximo ao aeroporto e no dia seguinte embarcamos bem cedo”, relata a passageira.

Nesses casos, os custos de transporte, refeição e hospedagem são de responsabilidade da companhia aérea, mas a situação não deixa de ser um transtorno para os passageiros. Se o aeroporto feirense operasse com IFR, situações como essa não aconteceriam, já que o piloto poderia orientar-se pelos instrumentos de bordo, e não somente por referências visuais exteriores a aeronave. 

Eis que surge uma pergunta-chave: o que falta para que Feira tenha IFR? Algumas adequações são necessárias, mas nada tão complicado a ponto de impedir a implantação. A principal delas é que a distância entre o centro da pista e o muro do aeroporto deve ser aumentada. A distância atual é de 90 metros, mas para contar com o IFR, esse espaço deve ser de, no mínimo, 150 metros. 

Cabe agora ao Governo do Estado realizar as obras para adequação da pista. De acordo com a assessoria da Agerba, para implantação de operação IFR no Aeroporto de Feira de Santana será necessário aumentar sua área patrimonial e, em consequência disso, desapropriar imóveis na região. A resposta recebida pela nossa equipe foi a de que "o Estado já está tomando as devidas providências para ampliação da área patrimonial do aeroporto".

Na verdade, a área em torno do aeroporto já foi desapropriada e corresponde a cerca de 4 quilômetros de comprimento por 1 quilômetro de largura. O primeiro decreto de desapropriação saiu em 2011. O que falta é o governo indenizar os proprietários e moradores dos imóveis construídos ou dos terrenos localizados dentro desse perímetro.

Vale ressaltar que, além de Salvador, Vitória da Conquista atende a voos guiados por instrumentos, de acordo com a Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra). O Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo possui voos diários para Salvador, São Paulo e Belo Horizonte, operados pelas companhias aéreas Azul e Passaredo.

Por Vanessa Testa, Jornal Tribuna Feirense



Empresas de Feira de Santana oferecem vagas de emprego

Empresas localizadas na cidade de Feira de Santana oferecem vagas de emprego nesta sexta-feira (16). Confira as oportunidades:

- 1 vaga para forneiro para trabalhar com cerâmica. Interessados devem ligar para 3221-6514;

- 1 vaga para costureira de máquina de braço, 1 cortador para fábrica de confecções. Interessados devem enviar currículo para o e-mail administrativo@mrpolo.com.br;

- 1 vaga para cabeleireiro/barbeiro com experiência, ambos os sexos. Interessados devem enviar currículo para o e-mail paixaobeleza@yahoo.com.br;

- 2 vagas para vendedores com experiência e que possuam moto. Interessados devem enviar currículo para o e-mail segurarseguros@gmail.com ou comparecer à Avenida João Durval Carneiro, 707 C, Brasilia;

FONTE:  G1

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Jovem é flagrado com drogas no Campo do Gado Novo

Policiais da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), prenderam por volta das 13h desta quinta-feira (15), Eron Santos Ferreira, 20 anos, flagrado com drogas no bairro Campo do Gado Novo, em Feira de Santana.
Os investigadores receberam denúncia de tráfico de drogas em via pública e encontraram o suspeito na rua da Paz, portando 81 buchas de maconha, embaladas em papel alumínio, e 6 pedras de crack.

Aos policiais, o jovem contou que adquiriu os entorpecentes por R$ 220 e pretendia lucrar em torno de R$ 200 com a venda para usuários do bairro. Eron foi autuado em flagrante pela delegada Klaudine Passos, titular da DTE/Draco.

Blog Central de Polícia, com informações e fotos da Polícia Civil.

Motorista de ambulância é acusado de abusar de garota com transtorno mental em Serra Preta

Um homem conhecido como “Engata cachorra” e que trabalha como motorista de ambulância no município de Serra Preta está sendo acusado de estuprar uma jovem de 22 anos, e portadora de distúrbios mentais.  A denúncia foi feita pela mãe da vítima, ambas moradoras da sede.

A senhora R, contou que o abuso sexual ocorreu no último dia 12 e que após praticar o crime, o acusado transportou a garota até o hospital municipal no distrito do Bravo, disse que ia buscar a mãe da jovem, mas desapareceu. A mulher contou ainda que o abuso aconteceu na casa do acusado. A jovem contou que após a penetração ficou com muita hemorragia e o homem teria despejado vinagre nas partes íntimas enquanto ela tentava estancar o sangue embaixo do chuveiro.

Questionada porque não gritou por socorro, a jovem afirmou que o homem aumentou o volume do aparelho de som da residência e pediu que ela não contasse nada sobre o ocorrido. Apesar do ocorrido, a garota afirmou que o homem não usou de violência, mas ele pode responder por estupro de vulnerável.

Na manhã de ontem (14), a Polícia Militar foi acionada e recebeu a informação que o acusado foi visto em uma motocicleta Honda Strada, vermelha, placa não anotada, seguindo por uma estrada vicinal em direção ao municipio de Riachão do Jacuipe, mas não o encontrou.

O delegado Alisson Carvalho, informou que manterá contato com familiares da jovem para se inteirar dos fatos e tomar as providências cabíveis, a exemplo do pedido de prisão preventiva. Ele alertou também que a população não faça justiça com as próprias mãos e denuncie o suspeito à polícia.

A vítima foi encaminhada para o Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Coelho Leda, em Feira de Santana, para tomar um coquetel de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

A prefeitura de Serra Preta informou que o acusado presta serviços através de contrato temporário com o município, e que foi afastado da função até que o caso seja apurado.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e Carlos Valadares.