cidadegospel

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Vereador governista chama atenção para abordagens “perigosas” da SMTT

Em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, nesta terça-feira (20), o líder do Governo na Câmara, vereador José Carneiro (PSDB), chamou a atenção da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) no tocante a perseguições a motoristas do transporte clandestino de passageiros, popularmente conhecido como ligeirinho.

O edil disse que foi procurado hoje pelo radialista e professor Edilson Veloso, que questionou a forma como a SMTT vem fiscalizando os motoristas do transporte clandestino, sobretudo os que se evadem do local. José Carneiro informou que, ontem, às 15h15, numa rua próxima à  Rádio Sociedade, uma Ranger de placa NTI 0872, identificada como carro da SMTT, ao partir em alta velocidade para abordar um suposto ligeirinho, quase provocou um acidente fatal.

“Uma vez, eu estava em uma reunião com o então secretário Pedro Boaventura e, naquela oportunidade, nós dissemos a ele: secretário, essas correrias atrás de ligeirinhos o objetivo deve ser para dar satisfação a alguém, porque todos nós sabemos onde estão os pontos de ligeirinhos em Feira de Santana. Mas se falta coragem, eu não sei, mas falta ação. Às vezes, correm atrás colocando em risco a vida de pessoas para dar satisfação, eu não sei a quem”, observa.

José Carneiro disse que vem tentando falar sobre o assunto com o superintendente municipal de Trânsito. “Mas todos os telefones de Maurício Carvalho não consegui falar”, lamentou.

O líder governista disse que espera que o novo secretário da SMTT, Saulo Pereira Figueiredo, tome as providências, “no sentido de evitar esse tipo de fiscalização, porque não resolve absolutamente nada. Tenho certeza de que quando alguém coloca em risco a vida de pessoas correndo atrás de um transporte clandestino, não sei a razão, mas deixa transparecer que é para dar satisfação a alguém”, pontuou.

Ascom/CMFS

Um comentário:

  1. Realmente todos nessa cidade sabem onde ficam os pontos de ligeirinho,mas preferem por em risco a vida de outras pessoas com essas tais perseguições

    ResponderExcluir