cidadegospel

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Caso Gabrielly: polícia suspeita de crime sexual

O coordenador regional de Polícia Civil de Feira de Santana, João Rodrigo Uzzum informou que a Força Tarefa montada para investigar o assassinato da garota Gabrielly Gomes Santana, 7 anos, está próxima de elucidar o crime.

Em entrevista ao repórter Carlos Valadares, o delegado que as investigações avançaram e que mesmo após ter sido encontrado o crânio da criança, em um terreno baldio no Anel de Contorno, a Força Tarefa continuou trabalhando com o objetivo de elucidar o crime e apresentar o autor para a sociedade.

A menina Gabrielly desapareceu no dia 21 de janeiro deste ano, enquanto brincava na porta de casa, no bairro Gabriela. No dia 26 de abril, um crânio foi encontrado queimado em um terreno baldio, nas proximidades do conjunto Feira IX, e após a realização de exames foi constatado que era da menina. Outros fragmentos de ossos foram encontrados próximos e submetidos a novos exames para verificar se eram da criança.

“As investigações continuam e temos a força tarefa trabalhando, colhendo informações ainda. Pessoas estão sendo ouvidas e perícias estão sendo realizadas”, disse o delegado.

Questionado se a criança foi vítima de abuso sexual, seguido do assassinato, João Uzzum declarou que esta é uma hipótese levantada pela polícia, mas que não poderia adiantar mais detalhes para não atrapalhar as investigações. “Há uma linha de raciocínio muito firme com relação a autoria, acredito que em breve possamos desvendar o crime para a sociedade de Feira de Santana”, concluiu.

Blog Central de Polícia, com informações de Carlos Valadares e foto reprodução. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário