cidadegospel

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Suspeitos de envolvimento no assassinato de mototaxista feirense são presos em Sergipe

A Polícia Civil de São Gonçalo dos Campos está bem próxima de concluir o caso do mototaxista Wanderson Amorim Rodrigues (Galego do Tomba), assassinado em junho de 2016, no Corredor dos Ferreiras em São Gonçalo dos Campos.

O mototaxista foi assassinado após ser vítima de uma emboscada perpetrada por Maurício Ferreira de Jesus, morador da fazenda João Mendes e preso na última quarta-feira (08), pela DRFR - Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Feira de Santana no povoado do Magalhães em São Gonçalo. Uma menor de iniciais E.A.J e sua amiga Nadine Mota Anunciação, ambas moradoras do Candeal, e Bruno Vieira de Jesus, morador da Fazenda Tapera, também em São Gonçalo, também são acusados de participação no crime.
As duas mulheres foram usadas como iscas para atraírem os dois mototaxistas para o assalto que terminou em roubo seguido de morte. Daniel Mascarenhas, um dos mototaxistas, conseguiu fugir a pé pelo matagal.
De acordo com o delegado Eugênio Rocha titular da Delegacia Territorial (DT) de São Gonçalo, Bruno e Nadine estavam foragidos e foram presos na tarde desta terça-feira (14), no município de Umbaúba, Sergipe, após Nadine procurar a delegacia do município para prestar queixa de "violência doméstica" contra Bruno. O delegado titular daquela DT, Paulo Ricarte, estranhou a queixosa citar um "latrocínio" supostamente cometido pelo companheiro em sua cidade de origem, e a partir de então acessou um site de notícias de São Gonçalo, identificou os nomes do casal em uma publicação, entrou em contato com a DT e conversou com o delegado Eugenio Rocha que o informou de todo o caso.

Ainda de acordo com o delegado Eugenio, após atualização dos fatos, o delegado de Umbaúba e sua equipe, através de informações cedidas pela acusada, realizaram diligencias e conseguiram concluir as prisões dos foragidos. O casal encontra-se na cadeia pública da cidade aguardando transferência para o Conjunto Penal de Feira de Santana. Suas preventivas estavam decretadas desde 24 de outubro de 2016.


As informações são de Sandro Araújo/São Gonçalo Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário