cidadegospel

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Acusado de matar companheira alega que estava bêbado

O homem acusado de matar a companheira a facadas na última quarta-feira (1º), na rua Aeroporto, no bairro George Américo, em Feira de Santana, se apresentou no Complexo de Delegacias do Sobradinho, acompanhado do advogado Guga Leal, na manhã desta sexta-feira (3).

Segundo a polícia, ele confessou o crime. De acordo com informações do delegado Gustavo Coutinho, que investiga o caso, em depoimento, Jackson Santos Lima, de 38 anos, confessou o crime e disse que estava bêbado. Após ser ouvido, o homem foi liberado porque não houve flagrante.

De acordo com o delegado, Josenice de Jesus Cunha, de 49 anos, dormia na cama dela, quando Jackson chegou bêbado no imóvel com dois amigos e encontrou outro homem, que também seria amigo do casal, dormindo no sofá da casa. Houve uma discussão por ciúmes entre a vítima e o suspeito e, durante a briga,  Jackson deu um tapa na cara de Josenice, que revidou e acabou esfaqueada por ele. Após o crime o homem fugiu.

"Ele contou que pegou a faca na cozinha e que o amigo tentou tomar, mas não conseguiu. Ele deu uma facada só na costela da mulher, que perfurou o pulmão dela. Ele disse que depois saiu correndo e foi chamar a irmã dele para prestar socorro e depois foi para a casa de um irmão, que mora em outro bairro", informou Gustavo Coutinho.

Segundo Coutinho, o suspeito contou que não lembra onde colocou a faca e demonstrou estar arrependido. "Ele falou que não premeditou. Disse que se tivesse a intenção ele não levava amigos para casa. Que matava ela quando estivessem sozinhos", concluiu o delegado.

Blog Central de Polícia, com informações de Carlos Valadares e foto Gleidson Santos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário