cidadegospel

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Acusado de homicídio diz que matou por causa de 10 reais

Investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Feira de Santana, prenderam na madrugada desta terça-feira (31), Ramon Almeida Souza, acusado de ter cometido um assassinato na manhã de dezembro do ano passado na rua Barão de Cotegipe, ao lado do Bar Irmãos Coragem, centro da cidade. A vítima, Raul Ferreira Júnior, foi morta com um golpe de faca no pescoço.

Segundo a polícia, Ramon fugiu para Salvador após cometer o crime, mas ao tomar conhecimento de que o acusado estava no bairro do Tomba, uma equipe da DHPP foi até o local e efetuou a prisão. Na delegacia, Ramon alegou que cometeu o crime porque a vítima estava lhe cobrando a quantia de R$ 10 e que foi agredido com um soco.
Ainda de acordo com o acusado, por esse motivo foi até a barraca de uma senhora e pediu uma faca emprestada, alegando que iria cortar uma carne e ao retornar encontrou a vítima sentada e de costas. “Toma aqui seus dez reais, seu miserável”, declarou o acusado e desferiu o golpe.

O delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já representou pela prisão preventiva e foi atendido pela justiça. O acusado foi encaminhado ao Conjunto Penal de Feira de Santana.

O crime
Um homem foi assassinado com um golpe de faca no pescoço, por volta das 7h30 de quarta-feira (7/12), na rua Barão de Cotegipe, centro de Feira de Santana.

Segundo informações, Raul Ferreira Júnior, 36 anos, foi surpreendido por um desconhecido e morreu ao lado do bar Irmãos Coragem. O criminoso estava a pé e a polícia suspeita que o criminoso seja um morador de rua.

A vítima morava no Residencial Santo Antonio, bairro Santo Antonio dos Prazeres e deixou dois filhos.

Blog Central de Policial, com informações de Sotero Filho e fotos da PC e arquivo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário