cidadegospel

sábado, 28 de janeiro de 2017

341 incêndios são registrados em Feira no ano de 2016

Durante o ano de 2016 foram totalizados pelo Corpo de Bombeiros Militar da Bahia cerca de 340 acidentes em Feira de Santana e região. São vários casos que acontecem por circunstâncias variadas, porém, o que a maioria dos sinistros tem em comum é a falta de prevenção como motivador.

Independente da estrutura que tem para atuação, o Corpo de Bombeiros alerta para que as pessoas se conscientizem no sentido de se adotar medidas que evitem situações catastróficas. Dentre as classificações e subdivisões existentes, a queimada a vegetação foi o que mais aconteceu durante o ano, com 81 incêndios.
 
“As pessoas fazem a limpeza dos espaços e o que seria para jogar fora, ateiam fogo. Muitas vezes é sem conhecimento técnico fazendo o incêndio se propagar”, explica o Subcomandante Capitão Bombeiro Militar Adriano Bertolino.

Outro número alarmante é a quantidade de incêndios em residências, 67 no total. “Não é assustador, considerando a quantidade de dias do ano, porém, o ideal seria se não houvesse nenhum. E para que isso deixe de acontecer, as pessoas precisam adotar ações preventivas. Tudo que fazemos na nossa vida, antes há uma ação preventiva, como, por exemplo, se vamos atravessar uma rua, olhamos para os dois lados. Então, as pessoas devem adotar esse tipo de ação de prevenção dentro de casa, contra incêndios também”, diz o bombeiro sobre as pessoas terem cautela.

Dentre as inúmeras causas de incêndios, a principal é a falta de prevenção. Segundo capitão Adriano, é preciso que haja uma conscientização da população para que esse número diminua. “Nós observamos que existe a necessidade de conscientização. As pessoas precisam entender e evitar alguns tipos de coisas, como deixar uma panela no fogo, o gás escapando, velas, bitucas de cigarro. Várias situações que podem provocar um incêndio, podem ser evitadas”, afirma.

Dentre os outros tipos de incêndios que aconteceram em 2016, estão os de estabelecimentos comerciais que somam 35; os estabelecimentos industriais com apenas dois; 38 em veículos; 16 incêndios/vazamento com o gás GLP; 17 princípios de incêndio; um ocorrido com produtos perigosos; e 84 outros tipos de incêndios.

O Corpo de Bombeiros de Feira de Santana, que atende outras cidades, também atuou na região de Alagoinhas onde ocorreram 172 incêndios e em Cachoeira somando 33 incêndios.

RECENTE

O incêndio que atingiu a feira livre do Bairro Estação Nova, em Feira de Santana, foi o mais recente, ocorrido no último dia 24. O incêndio destruiu pontos comerciais de madeira, ocorreu em um terreno onde as barracas são guardadas e não chegou a atingir o setor onde as mercadorias são vendidas. Além dos pontos comerciais de madeira, algumas residências vizinhas a feira livre sofreram prejuízos devido a ação das chamas.

As informações são de Mario Sepúlveda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário