cidadegospel

quarta-feira, 16 de março de 2016

Preso suspeito de matar criança de 9 anos e ferir adolescente de 13 no município de Barrocas

O homem acusado de assassinar um menino de 9 anos durante uma tentativa de homicídio contra uma mulher de 45 anos e a nora dela, uma adolescente de 13, no município de Barrocas, na microrregião de Serrinha, foi preso por investigadores do Serviço de Inteligência (SI) da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha) na manhã desta terça-feira (15). O crime aconteceu no dia 7 deste mês, no povoado de Periquito.

Segundo a polícia, o crime ocorreu durante um evento político no dia 7 deste mês no povoado de Periquito. Na ocasião, o suspeito se aproximou das mulheres e atirou contra elas. Um dos disparos atingiu a cabeça do primo do suspeito, Camilo de Jesus, de 9 anos, que chegou a ser socorrido, mas não resistiu. A menina de 13 anos, atingida no abdômen e perna, e a mulher de 45, baleada também no abdômen, não correm risco de morte.

Lucas Chagas Araújo, de 24 anos, confessou a autoria do crime, mas disse que a criança não era alvo dos disparos. O atentado teria acontecido por causa de uma rixa com um filho da mulher baleada. Ao repórter Renny Maia, da Rádio Continental AM, ele disse que estava sendo ameaçado pela mãe do rival. “Ela só vivia me ameaçando, dizendo que antes do filho dela sair da cadeia quem ia me matar era ela, e quando o filho dela estava solto eu nem podia sair de casa, porque a família toda ficava me ameaçava”, disse.

O delegado Hidelbrando Alves, responsável pelas investigações, acredita que a ação foi motivada por uma rixa ligada ao tráfico de drogas. “Ele [Lucas] foi preso no ano passado suspeito de assassinar o marido da mulher baleada no dia 7. Porém, ele foi liberado pela Justiça. Eu pedi a prisão dele por esse crime, mas ainda não fui atendido”, detalha.

O crime relatado pelo delegado Hidelbrando Alves ocorreu no dia 1º de março de 2015 e teve como vítima Roque Souza da Silva, de 44 anos, conhecido como "Nego de Dico". Ele foi assassinado com quatro tiros na frente de um bar, no povoado de Qualhada, após se envolver em uma confusão com o acusado. Os crimes ocorridos, segundo a polícia, seriam um "acerto de contas" com o rival.

Segundo o delegado, o filho da mulher atingida durante o ataque, que é namorado da adolescente também baleada, está preso na Delegacia Territorial por roubo e porte ilegal de arma de fogo. Lucas Araújo segue detido na carceragem da 15ª Coorpin à disposição da Justiça.

Fonte: Portal Clériston Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário