cidadegospel

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Com apoio de cão farejador, Força-Tarefa apreende cerca de duas toneladas de maconha na BR-116, em Feira de Santana

Após denúncia anônima, uma operação conjunta das polícias Federal (PF), Rodoviária Federal (PRF), e Militar (Rondesp e Cipe/Litoral Norte), apreendeu cerca de duas toneladas de maconha escondidas em uma carga de farelo de trigo transportada em uma carreta bitrem. O flagrante aconteceu no início da manhã desta quinta-feira (10), no posto da PRF, na BR-116 Sul, em Feira de Santana. O caminhoneiro e uma mulher que o acompanhava foram conduzidos para o posto avançado da Polícia Federal, na Avenida Maria Quitéria, bairro Brasília, em Feira.
O delegado da Polícia Federal, Fábio Marques, explicou que a polícia recebeu a informação de que uma carreta carregada com drogas passaria por Feira de Santana e foi montada uma campana na BR-116 com várias equipes distribuídas em diferentes pontos da rodovia.  “A princípio não sabíamos que droga seria, mas por ser grande quantidade, desconfiamos que seria maconha. Montamos uma força-tarefa junto com outras forças policiais, a Rondesp Leste, a Cipe Litoral Norte, a PRF, além da Secretaria de Segurança Pública, dividimos as equipes na região procurando por caminhões bitrem, que seria o provável veículo utilizado para fazer o transporte. Desde ontem à noite estávamos parando todos os caminhões com essas características e hoje por volta das seis horas, com a ajuda de cães farejadores, encontramos a droga”, informou o delegado.
A droga foi localizada com a ajuda do cão pastor alemão Athos, que integra a equipe da Rondesp Leste. O delegado informou que esse tipo de carregamento tem o apoio de batedores, mas nenhum outro veículo suspeito foi detectado pelas equipes da força-tarefa.
O carregamento está sendo descarregado, mas a polícia estima que tem cerca de duas toneladas de maconha, parte da droga estava escondida na cabine da carreta. Segundo a PF, a carga saiu do Mato Grosso do Sul e tinha como destino Salvador.

Ainda de acordo com o delegado, o motorista será interrogado, mas adiantou que receberia R$ 20 mil pelo transporte da droga. Fábio Marques disse que agora acontece a segunda fase da investigação para identificar quem enviou e quem receberia as drogas.

Após ser interrogado, o caminhoneiro, que não teve o nome divulgado, será encaminhado para o Conjunto Penal de Feira de Santana. A mulher também será ouvida e deverá ser liberada.

Blog Central de Polícia, com informações e fotos de Denivaldo Costa e Gleidson Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário