cidadegospel

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Sistema continua saindo do ar e prejudica o trabalho das delegacias de Feira

Há mais de uma semana, cidadãos estão procurando o Complexo Policial Investigador Bandeira, no Jomafa, em Feira de Santana, para registrar queixa, mas os boletins de ocorrências não têm sido feitos por causa do Sistema de Informação e Gestão Integrada Policial (Sigip), programa que vem caindo constantemente. Esse problema já foi relatado aqui no blog Central de Polícia e continua prejudicando o trabalho das polícias e da população.

Segundo informações, os registros de queixas de furtos e roubos, arrombamentos, perda de documentos, apresentações de veículos através das polícias Militar e Rodoviária estão deixando de ser feitos de imediato e prejudicando os profissionais da área de segurança e as vítimas.

O problema tem provocado indignação de várias pessoas que deixam suas residências ou trabalho para prestar queixa e não conseguem. Os delegados também enfrentam o mesmo problema, pois não conseguem assinar a queixa eletronicamente por conta do sistema fora do ar.

Essa situação favorece aos bandidos, principalmente aos que furtam ou roubam veículos, passando em blitz da polícia, pois a queixa prestada pela vítima ainda não foi processada pelo sistema de informação. Além do Complexo Policial do Jomafa, o problema também acontece no Complexo de Delegacias, no bairro Sobradinho.

Segundo um técnico do Sigip, durante a instalação do programa em uma delegacia do interior, o sistema permite um atendimento mais célere ao cidadão devido a diminuição do tempo necessário do fechamento da assinatura de ocorrência policial. Tá faltando colocar isso em prática.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa



Nenhum comentário:

Postar um comentário