cidadegospel

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

“Dói mais, enterrar meu filho, que as balas que tomei”, diz mãe de jovem assassinado no Jardim Acácia

A doméstica Miralva Souza de Oliveira Dias, 41 anos, baleada duas vezes nas costas quando tentava defender o filho que foi assassinado na noite de quarta-feira (6), no bairro Jardim Acácia, recebeu alta do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e concedeu entrevista ao repórter Carlos Valadares.

Segundo Miralva, os matadores invadiram a casa, dizendo que só queriam matar Rafael, sem revelar o motivo. “Eu pedi para ele não matar meu filho; dói mais, enterrar meu filho, que as balas que tomei”, desabafou.



Blog Central de Polícia, com informações e foto de Carlos Valadares (Jornal Transamérica)

Nenhum comentário:

Postar um comentário